sexta-feira, setembro 23, 2011

Devocional: O mundo e suas ilusões.


"Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas o que faz a vontade de Deus permanece para sempre" (1 Jo 2.15-17).

O mundo¹ é feito de ilusões. As ilusões não têm consistência, firmeza ou permanência; não são duráveis, muito menos eternas, e, num sentido mais profundo, nem são reais.

É interessante que este mundo não passa de três coisas: a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida. É isto, o mundo não passa disso. Desde alguém que busca satisfação em coisas proibidas até aquele que sacrifica o seu tempo e sua comunhão com Deus para obter riquezas e autossuficiência - tudo se resume a essas três ilusões.

Mas, infelizmente, são essas coisas passageiras e ilusórias que nos tentam dia após dia. O grande problema que temos de enfrentar é que quando somos tentados, tendemos a esquecer completamente da transitoriedade de tais coisas. Por exemplo: quando somos atraídos por belas garotas que não têm comunhão com Deus, verdadeiras ímpias, que levam suas vidas em carnalidades e mais carnalidades ou que não passam de "rostos bonitos", repletas de futilidades, ou seja, que não estão sendo conformadas à imagem de Jesus Cristo, nosso Senhor.

É por isso que temos de urgentemente meditar mais seriamente nas coisas eternas, para que não sejamos enganados pelas ilusões deste mundo. Principalmente, temos de nos unir mais a Cristo pela fé, pois somente com um novo coração, através de um novo nascimento é que podemos permanecer firmes diante de tantas tentações - pois o apóstolo João é bem claro: "[...] Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele".

Que Deus nos dê de Sua graça dia após dia, em Cristo Jesus, nossa única esperança da glória de Deus.

Que Deus nos perdoe.
¹ O mundo aqui referido não é o planeta terra em si, mas sim o sistema mundano corrompido pelo pecado.


2 comentários:

Daladier Lima disse...

Prezado Victor, sabes uma coisa curiosa a respeito deste versículo? O verbo grego utilizado aqui é agapê!? Contraria totalmente a regra de que tal palavra só se aplicaria ao amor de Deus.

Abraços!

Nilton Rodolfo disse...

A paz do Senhor, irmão Daladier!

Muito interessante esta observação acerca do verbo grego "agapê" (creio que quando o Victor ler a sua observação, ele irá comentá-la- pois agora ele já tá craque em grego no seminário hehe).

Muito obrigado por sua participação no GQl e que Deus lhe abençoe!

Abraço.