segunda-feira, setembro 15, 2008

Cara não se preocupe só ADORA !! Será ??

A paz do Senhor irmãos,

Nesse artigo queria falar um pouco sobre alguns assuntos que venho debatendo muito aqui na minha cidade, um deles é: Quanto tempo a Palavra deve ter dentro de um culto, ou quanto deveria ter.

A maioria dos cultos tem a duração de 2 horas, em muitas igrejas os formatos do culto são parecidos: Oração inicial, palavra inicial, louvor, apresentação dos visitantes, testemunho, oferta, a tão esperada PREGAÇÃO (pelo menos eu espero), o apelo e o oração final. Abra sua Bíblia em 1 Co 14. 26, e leia.

Antes de continuar queria conta uma pequena historia de dois amigos que acabaram de sair de um “culto”. Um deles é o João (anfitrião) e o segundo o Marcos (convidado).

- E ai Marcos o que achou do culto na minha igreja ? pergunta João.

- Achei bem diferente da minha .

- Como assim diferente?

- Na nossa igreja temos um tempo pra palavra no fim do culto.

- Daí João responde feliz da vida: Cara se não viu os 10 minutos finais ? era a pregação!

- Marcos com ar de tristeza responde: Ah era ? tá bom então, to indo ! falou !!

Esse diálogo retrata bem o que anda acontecendo em nossas igrejas. O louvor principalmente, vem tomando muito tempo do culto, e acaba deixando a palavra de lado, sem o seu devido valor.

De forma alguma quero condenar o louvor e sua importância, ou determinar um exato espaço de tempo para que as coisas aconteçam, mas temos que ter em mente que o elemento mais importante de um culto é a PREGAÇÃO, é a palavra de Deus que ensina, exorta e revela o que Deus quer pra nós, sem falar que muitos já nem sabem se estão em um culto ou em um Show. Em um culto devemos ter reverencia pois é uma assembléia solene, conforme está citado em 1 Co 14. 26-40, entretanto o que vemos hoje são cultos cheios de “paparicos” para atrair a atenção das pessoas e suas concupiscências e não a presença de Deus. É triste mas aqui mesmo em Belém já escutei comentários de muitos que freqüentam cultos não pelo culto em si e seu objetivo, mas pelos Bate-papos, Dinheiro ou Poder. Você pode me perguntar: "Mas Renan, conheço o fulano de tal que foi convertido através do louvor tal ou da peça de teatro tal, de um culto que fomos...", que bom, Graças a Deus por isso, eu também conheço, mas a peça tal ou o louvor tal só tocou nessa pessoa principalmente pela Palavra de Deus inserida nessa peça, isso é um dos motivos que apoio o uso do TEATRO ou DANÇAS mas eles tem seu lugar certo (praças, Shows, evangelização em ruas) e de maneira nenhuma podem tomar o tempo da PREGAÇÃO principalmente em um culto, mas até quando vamos dirigir nossos cultos dessa maneira? Com muito oba oba e pouca palavra.

Que possamos refletir nisso e se não pudermos melhorar nossos cultos diretamente que oremos para que Deus mude o pensamento dos lideres de nossas igrejas.

Um Abraço.

9 comentários:

EDILSON VALDECI disse...

Caro Renan,

A paz do Senhor.

É obvio que você esta certo, pois sou da Igreja Assembléia de Deus, e todos os domingos em minha Igreja o Pastor quando não faz a leitura, manda outro fazer, mas logo após vem as chamadas oportunidades e saudações. Passamos a tarde evangelizando e quando levamos o não crente para a congregação veja você; o culto fica definido em louvor,coral e mocidade. Mocidade canta,conjunto canta, outra vez o coral, e então chega as 20:45, e o que acontece, vamos ouvir a pregação. Eu te pergunto: como a Igreja vai ser alicerçada para a volta de Cristo, que Igreja vai ser edificada para vencer o maligno, é obvio que nenhuma. E é por isso que eu te digo a coisa esta muito seria. Os líderes estão se preocupando com muitas coisas, menos com a palavra de Deus.Oremos para que o Senhor desperte o seu povo.

Renan Diniz disse...

Irmão Edielson,

Obrigado por participar de nosso blog, realmente o que você falou e verdade, aqui mesmo em mim igreja (Assembléia de Deus) as coisas estão muito parecidas com as que você falou, a Palavra que é o principal elemento em um Culto está perdendo seu devido espaço.
Oremos para que isso mude!!!
Um abraço.

Victor Leonardo Barbosa disse...

Importante artigo grande amigo.

Os casos de Belém(que eu também conheço) e da igreja do irmão Valdeci são contrapontos do mesmo problema: Hoje cada vez mais temos o tempo da Palavra diminuído à meras citações das Escrituras, sem uma explanação sadia e correta, além de uma observação do que realmente é um culto ao Senhor.

Hoje todo mundo tem que cantar, mocidade, adolescentes, idosos, etc.
Infelizmente hoje o canto congregacional está cada vez mais menosprezado em nossas igrejas, e o que temos hoje são vários grupos segregados que precisam cantar.

Isso tira e muito o tempo da pregação.

Abraços e Paz do Senhor!!!

Heitor disse...

A Paz do Senhor !
Aqui na maioria das AD's do DF, é mais ou menos parecido. Entendo que, só pode ser prá agradar a "gregos e troianos", e DEUS fica em 2° plano !
tem um tempo ENORME prá músicas (a maioria não é louvor !) e o tempo reservado ao mais importante fica em segundo plano. É esta Igreja que tá preparando o Povo prá o arrebatamento ? acredito que não !

Renan Diniz disse...

Caro irmão Heitor,
Agradeço por participar do Blog, o que você comento e verdade, em muitos momentos as músicas nem chegão a ser louvor por falta de conteúdo tanto no rítimo ou na letra.

MARCELO disse...

eu pensei que era só aqui em são paulo que o negocio é bagunçado assim.
e ainda usam a velha desculpa se Deus quizer falar ele fala em ate 5 minutos
gostei da sua postagem gostaria de ter seus comentarios no meu blog entre la e deixe sua reflexão caro irmao que Deus te abençoe

Bia disse...

Nossa... primeira visita e já quero polemizar rs... Eu discordo dessa sua frase "o elemento mais importante de um culto é a PREGAÇÃO". O elemento mais importante de um culto, para mim, é Deus (Pai, Espírito e Filho). Sou do tipo que considero que não sabemos cultuar a Deus como convém, nosso coração orgulhoso e nossos olhos voltados para o humano nos distraem. Por isso nos sujeitamos a ser instruídos pelo Espírito Santo, quem nos ensina como devemos cultuar. Já fui em cultos onde o momento da pregação inicial foi tão rico, falou tão profundo ao coração da congregação que se extendeu e tomou lugar, ficando louvor, oferta, avisos etc. para o final, para depois do apelo. Mas também já fui em cultos em que o Espírito Santo conduziu a igreja a adoração e quebrantamentos tão profundos que o momento de louvor tornou-se central. Culto não deve ter uma receitinha fixa, isso é religiosidade. Somente com sensibilidade e discernimento uma igreja pode compreender como o Espírito Santo deseja que nos acheguemos ao Pai para sermos tratados, exortados, alimentados. O foco é Deus. Cultuamos a Deus. Quanto dura o culto, quais as partes deve ter, em que ordem devem acontecer, qual a duração de cada evento...? Isso é parte da liturgia humana, os pastores têm uma certa organização disso em mente, costuma funcionar. Mas nem sempre... pois quem está no comando de um culto é sempre Deus, deve acontecer da forma como o Espírito Santo conduzir.

Eu compreendo que estava argumentando contrário às práticas de igrejas que estão deixando reduzindo o tempo de PALAVRA. Também dou enorme valor ao momento da pregação, assim como você é um momento muito aguardado por mim. Contudo, me preservo no julgar, pois nem tudo é o que parece.

Fique em Deus!

Bia - Deus e a Menina

Renan Diniz disse...

Oi bia a PAZ,

Poise como você falo no final do seu comentário e a questão aqui é o tempo perdido, discordo de você quando fala sobre o culto, se você leu o artigo você vai ver lá que na propria Bíblia diz como deve ser feito um culto ao Senhor, isso não é parte de uma liturgua humana e sim de Deus!!! pois como falei no artigo é assim que está escrito, é claro que algumas vezes Deus quer falar algo diferente pra alguma pessoa específica na congregação, o problema é que as pessoas querem isso todo dia, queremos adaptar tudo ao nosso gosto, se eu gosto de músíca quero Muita música, se gosto de teatro quero muito teatro.

Bia nunca esqueca que nem tudo precisa ser buscado ou revelado, Deus ja fez isso e só ler a Palavra dEle, no caso do culto também.

Um abraço.

Victor Leonardo Barbosa disse...

Bia, você confundiu elemento com foco. O foco da nossa adoração por certo é Deus. Mas o principal elemento nesta adoração é a pregação da palavra.
E com isso de forma alguma quero menosprezar o louvor, o batismo ou a santa ceia.