quinta-feira, abril 22, 2010

Eleição: Uma Prova de Amor


Um rapaz chega a uma moça e diz:"Querida, eu quero te namorar." E ela lhe pergunta por quê. Eis a resposta dele:

"Sei que irei às alturas a cada olhar em teus olhos, toque em teu corpo e beijo em tua boca. Ah, minha bela, ainda tens muito a me oferecer. Fora o prazer de te ter, serei muito feliz pelo respeito que terei daqueles que me cercam; simplesmente por namorar uma menina tão linda. Oh, mais bela entre as mulheres, tu me completas perfeitamente!"

"Como esta resposta exala amor e carinho!", poderias afirmar. Mas realmente achas isso? Amor e carinho emanando de um discurso totalmente egoísta e orgulhoso? Eu não acho. Para mim, o melhor seria algo assim:

"Porque eu quero te fazer feliz. Sei que irei às alturas contigo, a cada momento em que eu te levar até lá. A minha alegria consiste em te fazer feliz. Ah, minha bela, confie em mim. Confie no meu amor expresso em cada ato de proteção e carinho. Deixe-me cuidar de ti. Eu te amo."

Eu verdadeiramente prefiro esta resposta àquela. Pois ela expressa um amor baseado principalmente na escolha de amar; enquanto que a primeira se baseia predominantemente no que se pode obter da pessoa amada.

Longe de mim tentar dar uma de C.S. Lewis com suas ilustrações. Mas aprendi a ver a doutrina da eleição como algo semelhante à segunda resposta acima citada. Por favor, deixe-me explicar.

Desde quando confessei a Cristo como meu único Senhor e Salvador até pouco tempo atrás, a doutrina da eleição era vista por mim como um ato injusto de Deus. Pois como um Deus tão amoroso e gracioso poderia escolher salvar alguns pecadores e não salvar outros, sendo que estes são tão maus quanto aqueles? Entretanto, querendo ou não, a Eleição é um fato (Veja somente um texto sobre isso: Romanos 9.10-24).

Um dos maiores "problemas" sobre a Eleição é que ela não acontece após os homens terem se mostrado mais ou menos pecadores, e sim, que ela é um decreto eterno de Deus realizado antes dos homens terem sido criados. Então, onde está a prova de amor em tudo isso (Leia Romanos 1.18-32)?

"Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça. Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém."(Rm 1.18-25)

Meu amigo, já chega de olhar para si mesmo como um simples pecador e não como um maldito pecador totalmente depravado."Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus."[Rm 3.23] Tu pecaste contra Aquele que é eternamente santo, glorioso e majestoso; e por isso mereces um castigo eterno. Pare de se considerar um santo ou menos pecador que os outros, comece a olhar o teu pecado em relação à santidade de Deus e não à do teu próximo. Entenda que nós dois merecemos o mais profundo e horrível lugar do inferno!

Os homens não querem Deus. Todos sentem prazer em seus pecados. Se achas que Deus será injusto se Ele não escolher salvar pecadores, estás enganado. Simplesmente porque é o pecado que eles desejam. Se Deus não quiser salvá-los, Ele estará somente fazendo o que eles mais almejam: serem totalmente entregues a seus desejos mais pervertidos.

Lanço mão das palavras de um irmão em Cristo: "Creio na doutrina da eleição porque tenho absoluta certeza que, se Deus não me escolhesse, eu jamais O escolheria. Tenho certeza que Ele me escolheu antes de eu nascer, ou do contrário nunca me escolheria depois disso. E me escolheu por razões que desconheço, pois eu nunca encontraria nenhum motivo em mim pelo qual Ele devesse olhar-me com amor especial. Assim, sou forçado a aceitar essa doutrina".

Então, a doutrina da eleição nos revela o quanto que Deus é amoroso. Pois Ele escolhe salvar pecadores, os quais não possuem exatamente nada digno de ser dado a Deus. Ou seja, vejo a Eleição como uma prova do amor de Deus porque por meio dela entendo que Ele me ama não pelo que sou, mas pelo que Ele é; não pelo que posso Lhe dar, mas para revelar o Seu eterno poder; não pelo que Ele pode obter de mim (pois nada posso Lhe oferecer), e sim pelo que Ele pode operar em minha vida.

Portanto, concluo dizendo que só veremos a doutrina da eleição como um ato de amor se entendermos mais profundamente a doutrina da depravação humana.

"Oh Deus, nos ilumine para que vejamos quão pecadores e dignos do inferno somos. Para que nos alegremos em saber que nos elegeste para sermos salvos- antes da fundação do mundo- por meio de Cristo Jesus, o Teu Filho amado."


Que Deus nos perdoe.


P.S.: Este artigo é apenas uma introdução sobre este tema. Muitas coisas ainda tem de serem ditas. Participe conosco. Seja bem-vindo. Que Deus nos abençoe.

8 comentários:

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Rodolfo,

A Paz do Senhor!

Parabéns pelo excelente texto.

Louvo a Deus pelas vossas vidas.
O novo layaut do blog está uma benção. Parabéns!

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Filósofo João Emiliano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Victor Leonardo Barbosa disse...

Grande Rodolfo.

Parabéns por tão contundente artigo a respeito de uma doutrina muitas vezes mal-compreendida no meio cristão, incluindo o pentecostal.

Tal assunto, se Deus quiser, irá ser mais aprofundado.

Forte abraço!

Crislaine disse...

Olá graça e paz!

Fico feliz em ver mais um blog cristão, espalhando a palavra
de Deus, estou passando para te visitar, e dizer que seu blog
está sendo uma bênção em nossa blogosfera cristã, já estou te
seguindo.

Faça-me uma visitinha e aproveite para participar do
Sorteio do livro: TEMPERAMENTOS TRANSFORMADOS POR TIM LAHAYE

Jesus Nome Incomparável

Abraços

Filipe disse...

Muito bom o texto. Já estou an expectativa da continuação. Glória a Deus pela vida e atitude de vcs. Abraço

Nilton Rodolfo disse...

A paz do Senhor a todos que comentaram( irmã Crislaine e irmão Filipe, prazer em conhecê-los)! Que Deus nos abençoe! Fiquem com Deus.

Ednaldo disse...

A Paz Nilton,

Como escreveu o nosso irmão Victor, é um artigo muito contundente acerca de uma doutrina muitas vezes mal compreendida.

Lança mão com mestria das palavras de Spurgeon, "Lanço mão das palavras de um irmão em Cristo: "Creio na doutrina da eleição porque tenho absoluta certeza que, se Deus não me escolhesse, eu jamais O escolheria. Tenho certeza que Ele me escolheu antes de eu nascer, ou do contrário nunca me escolheria depois disso. E me escolheu por razões que desconheço, pois eu nunca encontraria nenhum motivo em mim pelo qual Ele devesse olhar-me com amor especial. Assim, sou forçado a aceitar essa doutrina"."


E concordo plenamente com sua conclusão, "Portanto, concluo dizendo que só veremos a doutrina da eleição como um ato de amor se entendermos mais profundamente a doutrina da depravação humana.", enquanto não compreendemos a doutrina da depravação humana, não compreenderemos a da eleição soberana.

Lembremos que só "O amamos porque Ele nos amou primeiro"

Fica na Paz,

Ednaldo.

Josiel Dias disse...

Olá meus queridos irmãos, Graça e Paz.

Como é maravilhoso encontrarmos textos que nos fortaleça na fé, não é mesmo? Parabéns pelo maravilhoso trabalho, muito edificante.
Vivemos dias de tribulações e esfriamento na fé, e muitas heresias onde muitos estão se alimentando de alimentos não sólidos e contaminados sendo assim adoecem espiritualmente se não tratados morrem na fé. Nestes últimos dias tem Deus levantado, homens e mulheres com compromissos de divulgar a palavra de Deus em tempo ou fora de Tempo “Gloria a Deus” . Trazendo mensagens edificantes aos nossos corações. Como sempre tenho dito: Aprendendo uns com os outros crescemos na graça e no conhecimento do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Gostaria de aproveitar a oportunidade e compartilhar o nosso “blog”:Gostaríamos muito de contar com sua visita e comentários. Deus te abençoe ricamente.

“Mensagem Edificante para Alma”
http://josiel-dias.blogspot.com/


Josiel Dias
Cons. Missionário
Congregacional
Rio de Janeiro