sexta-feira, julho 30, 2010

A fé como batatas....





"A condição de um milagre é a dificuldade, a condição de um grande milagre, não é a dificuldade, mas a impossibilidade"

Esta frase é de Angus Buchan. Não sei se você já o conhece. A história desse homem, me impactou. É um exemplo, de como Deus capacita pessoas simples de modo extraordinário. Angus, é um fazendeiro, que mora em Kwazulu-Natal Midlans na África do Sul. Escocês, de caráter impetuoso, passou por grande dificuldade econômica. Vendeu uma fazenda produtiva e comprou uma outra, que não tinha sequer água encanada. Casado e com três filhos menores, Angus, trabalhou bastante a fim de dar uma vida melhor à família que passou a morar em um apertado trailer. Em pouco tempo, os bons lucros, adquiridos com muito esforço, lhe garantiram conforto financeiro e destaque entre os fazendeiros locais.(leia mais no blog da irmã Wilma Rejane)


Lendo o artigo publicado no Tenda da Rocha sobre a vida de Angus Buchan, fazendeiro escocês na África do Sul, analisamos novamente o significado da fé a luz da palavra de Deus. Angus, de fazendeiro amargurado à seguidor de Cristo, viu sua fé ser testada não muito tempo depois de sua conversão. Tomando a incrível decisão de plantar batatas em sua fazenda, em uma época onde as condições climáticas estavam extremamente desfavoráveis, Angus testemunhou uma fé encontrada em homens como George Müller e seu orfanato. Em tempos onde a fé é vista apenas como um meio de garantir bençãos de Deus, a história de Angus mostra que uma vida cristã de fé não está imune ao sofrimento, sendo que o alvo maior de nossa fé é nosso Senhor Jesus Cristo.

Angus escreveu uma autobiografia intitulada "Fé como Batatas", o livro foi adaptado para o cinema em 2006 (África do Sul), mas seu lançamento em DVD ocorreu apenas no ano passado. O Filme recebeu elogiosas críticas e foi premiado em vários festivais de cinema cristão. O filme, distribuído pela Sony Pictures, no Brasil, recebeu o título de "O fazendeiro e Deus". Vale a pena dar uma conferida.




Assista ao trailer do filme:






Soli Deo Gloria

2 comentários:

Mario Sérgio disse...

Excelente texto e uma reflexão muito apropriada para nossos dias. Ainda não vi o filme, mas já tive boas notícias do impacto da mensagem dessa bela e como vente história. Abraços!

Mario Sérgio disse...

Meu caro irmão Victor. Não sei se já lhe agradeci pelo livro que você me enviou da História da Assembléia de Deus de Belém. Mas de qualquer forma mais uma vez obrigado. Venho também nesse espaço lhe fazer uma pergunta. Sei que no ano passado, se não me foge à mente, vocês do GQL tiveram um artigo censurado. Gostaria de saber qual teor do texto e o motivo da censura? Desde já agradeço. Convido você e seus colegas para para uma visita ao meu blog. Abraços!