quarta-feira, maio 09, 2012

O Voto de Jefté: Restaurando a Reputação de um Herói - David P. Murray.

É comum ouvirmos hoje na igreja que o voto de Jefté foi uma grande abominação, característica daquele ignorante período dos juízes. Todavia, o professor de Antigo Testamento David Murray, ao estudar atentamente a passagem, chegou a uma conclusão diferente e com certos detalhes surpreendentes. Vale a pena conferir!




Clique aqui e acesse o site do pastor Murray (em inglês).

Soli Deo Gloria

4 comentários:

Herbert Antonio Pereira disse...

O pastor se esforçou, reconheço. Mas, ainda assim, ficou a impressão de uma tentativa de eisege por parte dele. A maioria dos seus argumentos são baseados em conjecturas subjetivas, em vez dele realmente "extrair do texto o seu real significado" (exegese).

Daladier Lima disse...

Continuo achando Jefté precipitado. Ele não tinha nada que fazer um voto daqueles...

Victor Leonardo Barbosa disse...

Olá irmão Hebert! Obrigado pela participação aqui no blog.

Não creio que houve uma eisegese por parte do pastor Murray, mas pelo contrário, a interpretação dele se baseou tanto no contexto quanto na gramática hebraica, sendo que esse vídeo foi apenas umas "dica" que ele deu, o ideal mesmo é ver o sermão inteiro.

Forte abraço e Deus o abençoe!

Victor Leonardo Barbosa disse...

ôpa irmão Daladier, obrigado por aparecer neste espaço. O voto de Jefté por certo continua rendendo muitos debates tanto círculos acadêmicos quanto na igreja em geral. Creio que a posição do pastor David Murray é importante para fazermos uma reflexão. Forte abraço!