sábado, janeiro 10, 2009

Eleições CGADB: perfil de dois reis

Por Gutierres Siqueira e Victor Leonardo Barbosa

Os pastores José Wellington Bezerra da Costa e Samuel Câmara concorrem à presidência da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB). Segundo as novas normas estatutárias da CGADB, o novo presidente dessa instituição terá um mandato de quatro anos, podendo se reeleger uma única vez. A votação nos candidatos acontecerá na 39° Assembléia Geral Ordinária (AGO), de 20 a 24 de Abril, na cidade de Vitória- ES.

01. Quem é José Wellington Bezerra da Costa?

Nascido na cidade de São Luís do Curu- CE, no dia 14 de outubro de 1934, o pastor José Wellington Bezerra da Costa entrará para a história da CGADB como o presidente que mais tempo passou na direção dessa instituição assembleiana [1]. Hoje, José Wellington ocupa vários cargos importantes, como a presidência das Igrejas Assembléia de Deus Ministério do Belém (São Paulo), presidente da Convenção Fraternal e Interestadual das Assembléias de Deus do Ministério do Belém no Estado de São Paulo (Confradesp) e atual presidente da CGADB. Formado em Direito, é autor do livro Como Ter um Ministério Bem Sucedido, publicado pela Casa Publicadora das Assembléias de Deus (CPAD). José Wellington ainda é membro do Comitê Mundial das Assembléias de Deus (World Assemblies of God Fellowship).

Pontos fortes

Na gestão do pastor José Wellington a CGADB e a CPAD passaram por estruturações importantes. A CPAD passou de uma editora que publicava basicamente biografias, testemunhos e periódicos, para uma ótima qualidade técnica e teológica. Hoje é possível adquirir clássicos e obras de volume por meio dessa editora, que tem sido elogiada até por alguns setores das igrejas históricas. Houve por parte da CPAD uma preocupação pedagógica, onde a escola dominical foi valorizada e estimulada; hoje existem congressos e conferências que treinam milhares de professores por todo o Brasil. A CPAD conta com bons teólogos e pedagogos em seu quadro de funcionários.Na gestão José Wellington a CGADB ganhou uma nova sede e a CPAD adquiriu equipamentos tecnológicos para montar um importante parque gráfico. É necessário destacar o crescimento de interesse pelo ensino teológico e valorização da cultura em geral. Implantou a campanha Década da Colheita, que certamente ajudou as igrejas na área da evangelização.

Pontos fracos

Não combateu o legalismo, mas muitas vezes intensificou uma mentalidade retrógrada na Assembléia de Deus. Em entrevista para a Revista Veja do dia 2 de Julho de 1997 [2] colocou-se contra o uso de calça para mulheres e o mesmo repete em vários púlpitos do país, mesmo sendo mais flexível a Assembléia de Deus no Belenzinho, onde ele é pastor oficial. Em 1991 em declaração para o Jornal Mensageiro da Paz, Wellington disse: "Não é costume dos crentes na Assembléia de Deus o uso de pinturas, brincos etc. Não somos retrógrados, [apenas] desejamos [nos conservar] irrepreensíveis... Não danifique a Assembléia de Deus, ame-a ou deixe-a” [3]. Nessa usou até os chavões dos governos militares!

José Wellington é oficialmente contrário aos ditos modismos neopentecostais (benção de Toronto, gedozismo etc.), porém ratificou o ministério do controvertido Paulo Roberto, em uma entrevista cedida para esse pastor. Enquanto se esperava a exclusão de uma figura tão anti-bíblica, o mesmo acaba é apoiando o ministério de um homem que contradiz várias diretrizes doutrinárias. [4]. Em abril de 2008, Wellington visitou o congresso mais controvertido das Assembléias de Deus, ligado aos Gideões Missionários da Última Hora. Nesse evento encheu de elogios os organizadores. Em lugar de ratificar esses movimentos contraditórios, se espera do líder a condenação veemente dos mesmos. Faltou coerência nessas atitudes!

02. Quem é Samuel Câmara?

Nascido em 31 de outubro (dia da Reforma Protestante) de 1957 em Cruzeiro do Sul (AC), Samuel Câmara desde a infância demonstrou interesse pela obra evangelística, época essa em que distribuía panfletos entre amigos. Apesar de ser oriundo de um lar com poucos recursos financeiros, isso não o impediu de buscar o melhor aperfeiçoamento intelectual possível, estudou Teologia, Filosofia, Pedagogia e Direito. Foi presidente da Assembléia de Deus em Manaus e desde 1997, com o apoio do pastor Firmino da Anunciação Gouveia, foi eleito líder da Assembléia de Deus (Igreja-Mãe) em Belém [5]. É também presidente da Televisão e Rádio Boas Novas e do Instituto de Correspondência Internacional (ICI/Brasil).

Pontos fortes

Pastor Samuel é dotado de grande intelecto e capacidade administrativa, além de possuir um dinamismo perene em todo o objetivo que se propõe a realizar. Valoriza o serviço leigo prestado à igreja e é a favor de ministros que se destacam na área pastoral, independentemente se este possui uma formação teológica formal, desde que o mesmo respeite e pregue as verdades bíblicas. Possui articulação suficiente para a cooperação e reflexão teológica sadia, forte zelo evangelístico e de forma moderada, tem profundo respeito pelo legado cultural da Assembléia de Deus. Em sua administração eclesiástica, inovou a articulação missionária na cidade.

É um profícuo escritor, tendo obras publicadas pela CPAD como Administração Eclesiástica (em parceria com Nemuel Kessler) e A Bíblia e Jornal (coletânea de artigos publicados pelo pastor Samuel no jornal O Liberal de Belém-PA).

Pontos fracos

Apesar de possuir dotes administrativos notáveis e dialogar com indivíduos de confissões teológicas conservadoras, porém distintas; sua associação com o neo-pentecostalismo, fortificada devido as mais variadas parceiras e alianças oriundas do propósito de fortalecer sua emissora de televisão, tornou-se um forte ponto fraco em seu ministério. No mesmo púlpito da igreja-mãe já pregaram indivíduos como o pop-star da subcultura legalista/espiritual Marco Feliciano, este, por vezes pregando os mais variados modismos e antropocêntricos neopentecostais, além do "apóstolo"português Jorge Tadeu, um dos porta-vozes da Confissão Positiva e do evangelho da Saúde Perfeita, doutrina que já trouxe danos espirituais graves para o povo de Deus[6].

É extremamente ambíguo na hora de posicionar-se com relação a questões controversas[7] como o pastorado feminino, modismos neopentecostais e o papel da Escola Dominical, sendo que valoriza mais o ensino através dos meios de comunicação, em especial a emissora de televisão, que possui determinados programas de qualidade evangelística duvidosa[8].


Conclusão:

Eis aí apresentados um pequeno perfil dos candidatos à presidência, escrito do ponto de vista de jovens que não possuem relações estreitas ou comprometidas com alguma convenção ou candidato particular. Que o Espírito Santo possa guiar a consciência de cada eleitor, e que estes possam ver quais os candidatos poderão ter um zelo maior pela saúde da Igreja Evangélica Assembléia de Deus; saúde esta oriunda inconfundivelmente das Sagradas Escrituras e do testemunho cristão.



Notas:

[1] José Wellington já foi vice-presidente da CGADB no biênio 1981-1983. Foi eleito presidente pela primeira vez no ano de 1988 e ficou até 1989, quando o pastor Avelino Maicá da Silveira, da Assembléia de Deus de Santa Maria -RS presidiu a convenção. José Wellington voltou para a presidência em 1990, mas presidiu até 1993, quando o pastor Sebastião Rodrigues de Souza, da Assembléia de Deus de Cuiabá-MT, assumiu o posto até o ano de 1995. De 1995 até a presente data, José Wellington preside a CGADB.


[2] "A concorrência dos soldados renovados de Deus obrigou a antes ultratradicionalista Assembléia a mudar. O pastor Wellington diz que sua igreja ainda não tolera mulher vestida com calças compridas -- "Não se ache na mulher a roupa do homem", diz a Bíblia. Em compensação, ele não vê nada de mais em seus fiéis usarem métodos contraceptivos artificiais. "Seria hipocrisia ir contra isso, embora eu ache melhor o método natural", diz. Até 1989, os seguidores dessa igreja não podiam sequer olhar para a televisão. Hoje, a Assembléia tem duas geradoras de programação e 47 repetidoras." Trecho da reportagem. BARROS, Andréa e CAPRIGLIONE, Laura. Soldados da Fé e da Prosperidade: As igrejas evangélicas crescem com a promessa do paraíso na terra. Revista Veja. São Paulo. 02 de Julho de 1997.

[3] Mensageiro da Paz, fevereiro de 1991

[4] Na gestão do pastor José Wellington, o pastor Ouriel de Jesus (agora apóstolo?) foi excluído da CGADB sob acusação de angeolatria. Talvez seja uma das mais corajosas atitudes dessa convenção. Também em sua gestão, uma resolução foi aprovada condenando modismos neopentecostais na 8° ELAD, com assinatura do pastor Wellington. Mas enquanto se toma medidas louváveis como essa, ao mesmo tempo o pastor Wellington dá apoio aos GMUH (catalisadores de toda sorte de modismos) e também ao Paulo Roberto, conforme pode ser visto nesses vídeos do YouTube:

a) http://www.youtube.com/watch?v=XV-TNg6uK1k

b) http://www.youtube.com/watch?v=tHx2KFTx0v8


[5] Apesar de forte resistência por parte de muitos pastores com relação a posse do pastor Samuel Câmara na liderança da Igreja-Mãe em Belém. Aos poucos, Câmara foi domando seus opositores, sendo que um número considerável de pastores em tem na mais alta estima possível.

[6] Paulo Romeiro, em seu best-seller Supercrentes (Editora Mundo Cristão) confronta os ensinos de Jorge Tadeu, além de relatar dois casos de graves conseqüências emocionais e espirituais de pessoas que acreditaram no pseudoevangelho de Tadeu.

[7] Um exemplo dessa ambigüidade pode ser vista na entrevista que o pastor Samuel concedeu ao blog Lucimauro Assembléia de Deus, disponível neste link:
http://lucimauroassembleiadedeus.blogspot.com/2008/12/srie-ad-capixaba-de-portas-abertaspara.html

[8] Não se quer dizer com isso que todos os programas da emissora se encaixam nesta afirmação. Na Boas Novas, existem os mais variados programas e muitos possuem um bom conteúdo cristão, outros não apresentam um conteúdo 100% evangélico (referentes diretamente ao evangelho), apesar de alguns afirmarem ser esta uma televisão com conteúdo de porcentagem totalmente voltada ao Evangelho. Além do que, muitos dos conceitos neo-pentecostais estão presentes em seus programas, sendo que uns possuem maior, outros menores e mínima influência. Não se pode considerar a Boas Novas como uma emissora pertencente à Assembléia de Deus, apesar da associação da emissora com esta denominação.

18 comentários:

Sidnei Moura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Victor Leonardo Barbosa disse...

Obrigado irmão Sidnei pela contribuição!


esperamos que nessa próxima AGO seja marcapa pelo temor à Deus e a busca de Sua glória.

Um forte abraço e continue com a gente.

Mayalu Felix disse...

Olá, pessoal do GQL,

Quero convidá-los a participar de uma enquete que elaborei lá no meu Blog.

Um abraço,

Maya

:)

Lucimauro Marques Ferreira. disse...

Amado Victor Leonardo.
Parabéns pela iniciativa e parceria.
Muito bom o texto,embora não concordando com a referência de vossas autorias em relação à entrevista que o Pastor Samuel câmara concedeu ao nosso Blog de que se mostrára bastante ambíguo,mas acredito que vc foi bastante sincero, ao contrário do Gutierres que vez ou outra aparece no nosso blog para fazer comentários simplesmente para marcar presença em gesto de educação por causa da ciência de nosso afeto para com ele,sendo que nada de suas afirmativas parece ser sincera,como até mesmo nesta entrevista,me parabenizando.
Porque o mesmo não chega em sinceridade e diz os pontos positivos e negativos para discutirmos a questão,seja qual for a postagem?
Mas graças a Deus, somos lavados pelo sangue de Jesus.
Continue nessa perseverança em seguir ao Senhor,parabéns.
Continuo ainda acreditando que o Pastor Samuel Câmara Pode fazer mais por nossa CGADB.
Que Deus somente Deus dirija esta AGO aqui em Vitória-ES.

Gutierres Siqueira disse...

Lucimauro, a paz do Senhor!

Quando lhe dei os parabéns pela entrevista com o pastor Samuel Câmara, estava sendo sincero! Ora, esse tipo de entrevista, como disse no seu blog, nos ajuda a entender melhor a cabeça de cada candidato.
Não quis entrar em polêmicas no seu espaço, pois não gosto disso. Quando encaro polêmicas faço no meu blog, para não ser desrespeitoso com ninguém.
Não vamos abalar nossa boa amizade por questões mínimas, pois isso não será nem um pouco produtivo para as nossas vidas.
Como escrevemos no texto, não estamos fazendo campanha para A ou B. Já temos até recebido críticas pelo que escrevemos sobre o pastor José Wellington e outros nos criticaram pelo que escrevemos sobre o pastor Samuel Câmara... E assim vamos vivendo!

Lucimauro Marques Ferreira. disse...

Gutierres.
De maneira nenhuma se agirmos com uma postura Cristã,abalaremos nossa amizade,como disse no comentário.
"Mas graças a Deus,somos lavados pelo sangue de Jesus"
E o servo de Deus deve e tem como obrigação possuir os Frutos do Espírito, o qual a mansidão é um deles(Gl 5.22).
Acho louvável a vossa iniciativa em não apoiar A ou B.
E digo para vc com toda sinceridade do meu coração que também não estou,digo no sentido de ajudar A ou B com o desejo de se obter algo em troca,faço isso com amor,procuro ser muito transparente em relação as minhas opiniões, e não vejo nenhum problema em mostrar meu desejo de ver o Pr:Câmara na Direção,não tenho vergonha de expressar minhas posições,ainda que não agrade fulano ou ciclano mesmo que ele não venha a ganhar,nunca esconderei o meu profundo e carinhoso desejo de o ver lá .
Ainda acho que o Pastor Samuel câmara pode fazer mais por nossa CGADB,e o nosso blog também está aberto para opiniões que apoiem o nosso Pastor José Welington ou qualquer outra posição, é por isso que devemos saber Respeitar ambas as partes Blogando de forma Democrática e não confundindo as coisas.
Sua visita em nosso blog é muito bem vinda,como já te disse.
Concordando ou discordando,se quizer, fique a vontade para juntos trocarmos Idéias lá no nosso espaço.
A paz do Senhor.

Victor Leonardo Barbosa disse...

Cara Maya, já respondi a enquete(muito interessante).

Vou indica-la para meus amigos.

Obrigado pela sua participação aquimais uma vez, você é sempre bem vinda!


Irmão Lucimauro, a Paz do Senhor!!!

Obrigado pela participação aqui neste espaço.

Com relação à ambigüidade da entrevista do pastor Samuel, a minha crítica não foi com relação às suas perguntas, mas as respostas dadas por ele.

Creio que você se enganou com relação ao irmão Gutierres, e faço minha as palavras dele. eu creio que ele foi sincero em seu elogio e que lhe parabenizou verdadeiramente, o que não significa que ele tenha gostado das respostas do pastor Samuel.

Um forte abraço e Paz do Senhor!!!

Eliseu Antonio Gomes disse...

Victor e Gutierres

Parabéns por esta matéria.

É importante conhecer mais profundamente os candidatos, mesmo cientes de que não temos nenhum poder de voto. Só quem faz parte do pastorado vota.

Abraço.

Eliseu Antonio Gomes
http://belverede.blogspot.com/

Deborah disse...

Amados
Especialmente irmão Lucimauro
respeito em Cristo sua opnião, mas querido, continue orando pedindo que Deus, somente Ele venha tomar a frente dessa próxima AGO. Pois não é o futuro da Assembléia de Deus que está em questão, pois esta é somente uma denominação evangélica, mas sim, muitas almas que hoje estão na Assembléia de Deus, muitos ainda não salvos que precisam se firmar, outroas que dependem de mim, de vc, e das iniciativas e ensinos tomados e feitos pelas Assembléias de Deus em todo o Brasil, almas em todo o mundo. Então que a pessoa a ser Presidente da CGADB venha ser alguém que irá aproveitar o tempo que nos resta para anunciar o Evangelho de Cristo da melhor maneira possível, anunciando a verdade.

Fiquem na paz do Senhor

Com oração

Deborah Suellen

Deborah Suellen disse...

amado, gostaria de pedir esclarecimento sobre este ponto: "Em abril de 2008, Wellington visitou o congresso mais controvertido das Assembléias de Deus, ligado aos Gideões Missionários da Última Hora. Nesse evento encheu de elogios os organizadores. Em lugar de ratificar esses movimentos contraditórios, se espera do líder a condenação veemente dos mesmos."

Perdoe-me a ignorância, mas o que há de tão controvertido nos Gideões? Acho o trabalho deles ms=agnífico e não quero passar por ingênua, vc pode me ajudar?

P.S.: O Pr Samauel Câmara tbm já estev lah, vou verificar o ano do congressso e em que dvd ele aparece e mando pra vc assim que achar.

Aguardando...

paz

Gutierres Siqueira disse...

Deborah, a paz.

Quais são os problemas do Congresso dos GMUH?
Muitos. Mas os problemas não estão com o grupo GMHU, que fazem um eficaz trabalho missionário. Os problemas também não estão com as centenas de missionários que contam suas experiências em alguns intervalos do evento. Mas qual é o problema?
a) Modismos
Ora, muitos dos modismos presentes nos arraias assembleianos começaram ou foram intensificados nos congressos dos GMUH. Quem nunca ouviu um pregador convocando anjos em sua igreja, para acompanhá-lo durante a pregação? Onde esses pregadores aprenderam isso? No Congresso de Missões dos GMUH. A própria tendência triunfalista e de auto-ajuda nas pregações foram intensificadas nesse evento. Movimentos como “cair no espírito” são celebradas e bem valorizadas nesse meio. Camburiú é a Toronto brasileira!
b) Pregadores personalistas
Personalismo é o que não falta naquele meio. Há predominância de interesses pessoais. A fama e glória para os famosos que freqüentam esse evento e tendo oportunidade naquele palanque é de certa forma garantida. Isso não significa que todos naquele espaço são personalistas, pois toda generalização é burra, mas esse mal existe em grandes eventos com vários “egos carismáticos”. O “ego carismático” precisa demonstrar poder, mesmo que em nome do divino.
c) Descuido doutrinário
O apóstolo Paulo escreveu a Timóteo: “Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina” (I Tm 4.16). Não, ninguém é o dono da verdade, mas cabe a todo cristão “cuidar da doutrina”. Isso não tem acontecido nesse congresso. Um líder sectário unicista, que já afirmou ser a Trindade uma doutrina diabólica, desfrutou do espaço desse evento. Não, essa não foi um fato passageiro e nem houve retratação.
d) Não desperta um senso missiológico
Com exceção dos poucos missionários que falam no evento, normalmente nos horários e dias menos freqüentados, os pregadores principais (as estrelas do evento) mal falam em missões. Ora, mas o congresso não é missionário? Um congresso é “a reunião de especialistas para que deliberem sobre questões de interesse comum ou para que se apresentem estudos, novas descobertas etc.” (Dicionário Houaiss). Ora, em que esse congresso tem contribuído para a missiologia brasileira? Em nada! Conheço dezenas de fãs desse evento, mas nenhum por causa do suposto cunho missiológico.
Repito que o problema não está na organização e sim nesse congresso que nada tem acrescentado para o pentecostalismo e nem para as missões nacionais. Infelizmente os prejuízos estão espalhados pelo país. Esses prejuízos podem ser lidos principalmente pelos modismos presentes no pentecostalismo brasileiro.
Sobre o pastor Samuel Câmara no evento. Realmente, ele esteve presente, assim como outros líderes assembleianos!

Victor Leonardo Barbosa disse...

Creio que o irmão Gutierres respondeu de forma satisfatória sua indagação, irmã Deborah.

Infelizmente os congressos GMUH desrespeitam e muito a integridadde da Bíblia e do póprio pentecostalismo.

Abraços e Paz do Senhor!!!

Deborah Suellen disse...

Agradeço ao irmão Gutierres pela atenção e ao irmão Vistor também.

Amados, mas o que dizer do modismo na Assembléia de Deus em todo país? Principalmente no Amazonas, onde a igreja é presidida pelo Pr Jônatas Câmara, irmão do digníssimo Pr Samuel Câmara, que apoiou o G12 e resultou num imenso escândalo para a Tradicional igerja Assembléia de Deus.

Na verdade queridos, minha cabeça está a mil, pois não sou daqui e quando cheguei já estava tudo desse jeito, os cultos assembleianos aqui tem sido verdadeiras discotecas e muito mais, e tudo apoiado pelos Prs Jônatas e Samuel Câmara.
Não venho defender A nem B, mas se o nosso Pr Samuel Cãmara ganhar não seria um risco de tudo isso invadir a Igreja no Brasil?

Aguardando

Victor Leonardo Barbosa disse...

Não é somente um risco irmã Débora, mas uma possibilidade muito grande.

Infelizmente essas medidas tomadas pela AD do Norte do Brasil acabam por transtornar a boa pregação do Evangelho.

Cleison Brügger de Oliveira. disse...

Parabéns pelo texto! Muito inteligível, sincero e esclarecedor.
Pude agora, conhecer um pouco mais, o perfil de cada um dos candidatos para presidente de nossa convenção máxima. Seus pontos fortes, e também, os pontos fracos.
Que Deus em Cristo continue a abençoar rica e abundantemente a equipe do GQL.
Graça e Paz. Amplexos.

Victor Leonardo Barbosa disse...

Obrigado pela participação irmão Cleison(que por sinal é a primeira aqui no GQL).

Que bom que podemos ser instrumentos para o seu esclarecimento. Que Deus o abençoe e continue com a gente!

Obs: dê uma olhada no blog do irmão Gutierres, que escreveu juntamente comigo este artigo:

http://teologiapentecostal.blogspot.com

Jesiel disse...

Voces colocam esse falso profeta Beny hin na capa desse blog, tenha paciencia esse crápula foi preso e indiciado varias vezes nos E.U.A.

Janyson Costa disse...

Jesiel nós sabemos de tudo o que você falou sobre o Beny Hin, inclusive concordo com o fato de ele ser um falso profeta e nós concordamos em tudo com isso e muito mais, inclusive o dano que ele tem provocado as e ao mundo com suas heresias. Porém não entendi o "Voces colocam esse falso profeta Beny hin na capa desse blog, tenha paciencia..." Onde você viu ou leu isso? Imaginou será? O nosso Leão Por acaso tem alguma montagem com a cara do Beny Hin? Cuidado você anda vendo coisas ou sendo super imprudente no seu falar, acusando falsamente cristãos ortodoxos e comprometendo a unidade com loucuras.