sábado, dezembro 05, 2009

CPAD, Dake e a Bíblia bandida



Recentemente pude, pela graça de Deus, finalmente adquirir a Bíblia de Estudo Pentecostal , publicada em 1995, comentada por Donald Stamps, missionário pentecostal americano que trabalhou arduamente no Brasil.

O irmão Stamps, vendo a grande necessidade de outros obreiros possuírem maiores recursos didáticos concernentes ao texto bíblico, começou seu processo de produções de notas e comentários de estudo da Bíblia em 1981, que só terminaria 10 anos depois, um pouco antes de sua morte. A publicação conseguiu sintetizar o que havia de melhor no pentecostalismo brasileiro e norte-americano, em especial, o assembleiano.


Nomes como Stanley Horton, Willian Menzies e Gordon Chow (tradução) participaram do projeto. No Brasil, Antonio Gilberto, Claudionor de Andrade e Geremias do Couto complementaram tal obra monumental, que há muito serve de precioso auxílio para todos os obreiros brasileiros e americanos(sendo que a versão brasileira, a pedido do irmão Stamps, possui consideráveis distinções da americana).

Seria um tanto impensável, a meu ver, que 14 anos depois de tão importante publicação, a Casa Publicadora da assembléia de Deus(orgão no qual eu respeito e admiro muito e teço grandes elogios pela qualidade teológica de suas publicações) fosse a que publicaria a obra (Biblia de Estudo) de Fennigs Dake.

Há muito é conhecida as associações de Dake com o Movimento da Fé. Sendo que sua obra já era conhecida devido aos seus comentários heréticos, no qual uma de suas afirmações escabrosas incluiriam a de Adão como um "Super-Homem", com capacidade de voar. A perspectiva neopentecostal (diga-se teologia da prosperidade) sobre a questão de saúde e doenças e outros graves desvios de Dake poem em sérias dúvidas a credibilidade de sua obra.Homens como Benny Hinn já declaram publicamente serem influenciados pelos estudos e afirmações de Dake.

Levando em conta a polêmica em torno do lançamento de tal obra, é justo apresentar os argumentos que apoiaram a sua publicação.

- As notas de rodapé heréticas foram retiradas da versão brasileira.

Todas as notas de rodapé com conteúdo discordante da ortodoxia bíblico-pentecostal foram retirados da versão brasileira da Bíblia de Estudo Dake, sendo esta uma das condições para a publicação brasileira pela CPAD.

É louvável a atitude tomada pela Casa Publicadora Assembleiana de fazer uma considerável edição sobre a Bíblia de Dake, todavia, outra medida poderia ser adotada, como por exemplo, o acréscimo de de notas próprias do editores, revelando sua discordância deste ou daquele ponto de vista do referido comentarista. ou então, a própria não-publicação da Bíblia de dake, optando por outras publicações de peso, como livros de outros autores pentecostais-ortodoxos ou outra Bíblia de Estudo com teor menos agressivo ao cristianismo orotodoxo.

- A Bíblia Dake é uma das mais completas Bíblias de Estudos Já publicadas

A Bíblia Dake conta com mais os mais variados recursos, como notas, comentários e ilustrações. Sendo uma das mais apreciadas Bíblias pentecostais, não é à toa que tal publicaçao não é somente importante, como necessária.

Tal publicação deixa de ser necessária a quando começar a apresentar argumentos que vão de encontro ao puro cristianismo e torna-se o livro texto de homens não compromissados com a sã doutrina. É nitidamente um contra-senso publicar uma obra que já foi alvo de críticas de uma das melhores publicações da CPAD, a obra Cristianismo em Crise, escrita por Hank Hanegraaf em 1993 e seu conteúdo duramente combatido por outras obras como Evangelhos que Paulo Jamais Pregaria, o jornal Mensageiro da Paz e por blogs de renomados escritores assembleianos. Outras bíblias podem não igualar a de Dake em "Informações Teológicas", porém a superam em piedade e ortodoxia, como a Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, a Bíblia de estudo S. E. Mcneair e também a própria Bíblia de Estudo Pentecostal, fruto do intenso trabalho de Stamps e é uma verdadeira summa teológica do pentecostalismo assembleiano. Tal argumento não procede, haja vista a CPAD já ter publicado bíblias de um melhor calibre.

- Não se pode restringir o acesso ao conhecimento por parte dos estudiosos e leitores assembleianos e demais pentecostais.

É verdade, todavia, erudição desacompanhada da verdade só leva ao intelectualismo barato, sendo que o que está em jogo não é simplesmente uma escravidão intelectual, mas doutrinas importantes do cristianismo, como a Soberania de Deus e um estudo sério sobre antropologia bíblica, além do mais, a CPAD já publicara outras excelentes fontes de conhecimento bíblico-teológico e acadêmico.

Tal publicação,a meu ver, foi desnecessária, levando em conta o número de Bíblias de estudos já publicadas no mercado (e pela própria CPAD),outras publicações, de autores como Norman Geisler (excetuando sua teologia sistemática, a ser publicada em breve pela cpad), John Stott, Hank Hanegraaf e John Macarthur supririam a publicação de Dake, que da perspectiva deste autor, beirou a contradição de uma das melhores editoras evangélicas do Brasil[1].



Soli Deo Gloria.

Nota: [1]Não quero com isso, desqualificar a Casa Publicadora, ediora no qual continuo tendo a mais alta estima, carinho e consideração, mas produzir uma reflexão crítica sobre uma publicação, que, a meu ver, não foi feliz.

13 comentários:

Mario Sérgio disse...

A CPAD é uma ótima editora, possui uma história belíssima, mas se percebe que interesses de mercado influem em muito suas publicações. É óbvio que uma empresa busca o lucro para se manter. Mas no caso da CPAD, é preciso rever esse conceito, pois se não fosse as igrejas e ministérios das Assembleias de Deus no Brasil, hoje ela estaria morta e sepultada. No caso específico da CPAD, os ensinos e princípios da palavra de Deus devem estar acima de ganhos imediatos.

EV. SAMUEL EUDÓXIO disse...

Paz do Senhor Jesus meu irmão....
Olha, adquiri a Biblia Dake e me arrependi amargamente. Os comentários de rodapé são muito superficiais, deixando muito a desejar a quem já conhece Biblias como a de Estudo Pentecostal, Plenitude (diga-se de passagem, muito boa) e a Aplicação Pessoal. A versão brasileira da Dake, nada mais é do que um grande esboçário. Pela propaganda que a Casa fez e o que a Biblia oferece, a Dake realmente ficou muito aquém das espectativas. Cabe dizer que a CPAD não acertou nesta, mas continua sendo uma editora de peso no Brasil, continuará sendo se não se afastar dos princípios que a fez alcançar o lugar onde tem chegado, entre eles, ensinar a Verdade.

Que Deus em Cristo lhe abençoe,

Samuel Eudóxio.

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro irmão e amigo Victor Leonardo,
Graça e paz!

Seu post é sensato e pertinente.
Nesse caso a CPAD errou e errou feio.
Já tive a oportunidade de dizer isso em fórum competente.
As notas que foram retiradas, são situações isoladas, mas que na realidade não conseguem extirpar o DNA da publicação.
As raízes do conteúdo herético estão disseminadas por toda a parte.
Quando não aparecem explícitas, estão implícitas, subliminares e de comnpreensão tácita.
Era melhor não ter editado, essa é também a minha modesta opinião.
Isso não compromete o conjunto da obra reprensetada pela CPAD, mas é um gol contra que não precisa ser marcado.
Um grande abraço!

Pr. Carlos Roberto

Paulo Adriano Rocha disse...

Só uma pergunta: Pq não recomenda a Teologia Sistemática do Norman Geiser? Só por curiosidade mesmo.

Victor Leonardo Barbosa disse...

Olá irmão Mário, a Paz do Senhor!

Concordo com você. realmente a CPAD em muito contribui e continua contribuindo para as Assembléias de Deus, e não somente nossa denominação, mas também outras são grandemente abençoadas por suas publicações.

Olá irmão Samuel! a Paz do Senhor!

Assim como comentei com o irmão Mário, realmente a CPAD não acertou nesta publicação, o que pode acontecer com qualquer editora.
O problema, a meu ver, é a propaganda em torno dessa publicação de notas e comentários de qualidade duvidosa.

Um forte abraço!

Victor Leonardo Barbosa disse...

Olá pastor Carlos, a Paz do Senhor!

Obrigado por seu importantes comentários neste espaço.
Muito me alegra sua defesa à ortodoxia pentecostal diante de tal publicação.

Realmente, apesar das notas mais comprometedoras serem retiradas, ainda assim, muitos comentários expressam uma nítida heterodoxia, ainda que camuflada e indireta.
Creio, todavia, que os lançamentos da CPAD em 2010 serão bem mais felizes do que a Dake.

Olá irmão Paulo, a paz do Senhor!

A teologia de Norman Geisler não foi recomendada aqui devido ao fato deste artigo focar a Bíblia Dake. porém agradeço pela sugestão. realmente tal publicação é de grande valia e possivelmente irei divulgá-la neste espaço.

Obrigado pelo comentário(por sinal, o primeiro aqui neste espaço). Um forte abraço e Deus o abençoe!

Eliseu Antonio Gomes disse...

Victor

Segundo notícias do “front”, ainda não confirmadas devidamente, a CPAD recebeu orientação para suspender a publicação da Bíblia Dake e fazer recolhimento dos exemplares que estão nas livrarias.

Quem deu a ordem? Pr. José Wellington Bezerra da Costa Cento e Setenta e Seis Cheques Sem Fundo.

Em 18 de de novembro, atendendo convocação de Wellington Cento e Setenta e Seis Cheques Sem Fundo, houve uma reunião na sede da CGADB para deliberação sobre o material. Estavam presentes os membros do Conselho de Doutrina e da Comissão Apologética para tratarem do escabroso caso Dake. O Pr. Paulo Roberto Freire da Costa (Conselho de Doutrina) desaprovou a versão inglesa e brasileira. O Pastor Ezequias Soares (Conselho de Doutrina), idem.

Agora, resta-nos saber o que a CPAD fará.

Acho estranho uma reunião para deliberar sobre o que está publicado. O normal seria tratar do caso antes de assinarem contratos e levar a literatura ao prelo.

E.A.G
http://belverede.blogspot.com/

Eliseu Antonio Gomes disse...

RETIFICAÇÃO:

Ezequias Soares pertence à Comissão Apologética.

Victor Leonardo Barbosa disse...

Muito estranho realmente esta tomada de atitude Eliseu, melhor seria se tal Bíblia não fosse publicada.

Porque não publicar a Macarthur Study Bible? Mesmo Macarthur não seguindo uma linha pentecostal, creio que esta publicação(com a devida posição de Macarthur sendo considerada pelos editores brasileiros) seria muito mais útil, bíblica e saudável aos leitores brasileiros do que a Dake.

Infelizmente, a Dake foi um tiro errado dado pela CPAD este ano.

Obrigado pela participação e Deus o abençoe!

Eliseu Antonio Gomes disse...

A minha informação, de que o Conselho de Doutrina e Comissão de Apologética orientaram a CPAD a parar de publicar e recolher as edições publicadas da Dake, foi confirmada pelo Pr. Carlos Roberto no blog dele. Sabemos que ele é fonte confiável, que dispensa apresentações.

Entretanto, passados um mês dessa recomendação, escreveu ele que a vendagem da Dake é boa e não há certeza do posicionamento da CPAD sobre deixar de vendê-la.

Veja a nota no Point Rhema.

Abraço.

Biblia Dake - O Erro disse...

Eis meu blog de protesto contra a Biblia Dake http://bibliadake.blogspot.com/

glaydson disse...

tenho várias biblia de estudo, para min a melhor é a DAKE, tem algumas ensinamentos errados, mas qual a Biblia de estudo que não tem ??
apoio a Bíblia Dake e recomendo

nathan wallison disse...

HORRIPILANTE!!!!!!NÃO ACREDITO QUE ESTOU LENDO UM ESTUDO COMO ESTE, EM UMA BÍBLIA PUBLICADA PELA CPAD.( OS FILHOS DE DEUS , PAG.80).0NDE ESTÃO OS MEUS MESTRES,PR. ANTONIO GILBERTO ,CLAUDIONOR CORREA , EZEQUIAS SOARES, ME RESPONDAM,ONDE?