domingo, maio 27, 2007

"O Que é a Verdade?"(Pôncio Pilatos, frase citada no Evangelho de João)




Quando Pôncio Pilatos falou essa frase, ela praticamente ficou, desde ali, marcada na história. O motivo disso ter acontecido é simples. O ser humano apresenta uma grande perplexidade quando olha para o mundo caótico em que vive. "De onde eu vim?" "Porque estou aqui?", são perguntas que a Ciência Biológica e a filosofia não conseguirão explicar - podem até auxiliar, mas revelar a resposta de tais perguntas é praticamente impossível - pelo simples fato da Escritura ter a resposta para tais perguntas. Porém o ser humano, em seu estado atual, não vai querer buscar a resposta nesse tão falado livro. Tão pouco observará, na prática, aquilo que, para eles, o "tão sábio galileu" afirmou: "Eu Sou o Caminho, A Verdade e a Vida". Para o mundo, tudo é relativo e cada um pode contar com sua verdade particular, afinal, só existe uma verdade absoluta: Não há Absolutos!!!


Infelizmente esse pensamento pós-moderno tem invadido a igreja contemporânea. O famoso slogan: "Nas coisas essenciais, unidade. Nas não essenciais,liberdade. Em todas as coisas:amor" está prestes a substituir a célebre frase de Lutero:"Paz se possível, mas verdade, a qualquer custo!!!" Hoje em dia não pode mais haver uma declaração de fé firme e fundamentada na Palavra de Deus, pois se não, poderemos entristecer um irmão e fazer com que ele peque e saia da igreja. Por isso, deixemos de lado certas verdades não essenciais da Bíblia e vamos partir para a Evangelização pragmática e cultos pragmáticos!!! Afinal, nada disso prejudicará a salvação de ninguém. Será mesmo? Talvez uma pessoa não perca a sua salvação se observar essa ou aquela forma de batismo. mas será que ela não prejudicará a Si quando afirmar querer agradar a Deus e colocar Músicas mundanas, palavras de auto-ajuda, danças e teatros em um culto, quando o lugar seria reservado para Salmos, Hinos e Cânticos Espirituais(Cl 3:16) e a Palavra de Deus? E também será que ele não prejudicaria a vida espiritual de terceiros e levaria muitos a ter uma visão errada de evangelho e assim não serem realmente salvos ou levados a se desviar?


Deus nos criou para o louvor da Sua glória(Cl 1:16), por isso, é tarefa do ser humano viver para agradar a Deus da forma que Ele quer ser agradado, e não buscar no egocentrismo o meio de glorificar o Seu nome.


É claro que devemos respeitar pontos teológicos de outros irmãos divergentes dos nossos, mas que não cheguem a prejudicar a salvação deles. Mas nem por isso deixemos as nossas posições, que pela Palavra de Deus e testemunho do Espirito Santo, vemos que é a correta. Quando alguma doutrina, por mais inocente que seja, prejudica a glória de Cristo, jamais devemos aceitá-la, por que, fazendo assim, abriremos brechas para heresias destruidoras, que acabarão com o rebanho de Deus. Hoje, verificamos todo o tipo de absurdo como Confissão Positiva, Movimento Judaizante e tantas outras absurdidades, que começaram, com apenas "Uma simples posição não essencial teológica", mas que hoje gera estragos no povo de Deus.


Digo e repito, caso um irmão tenha uma posição teológica que difere da nossa em coisas verdadeiramente não essenciais, como forma de batismo, predestinação, dons espirituais e outros, não podemos taxa-lo de herege, mas trata-lo como um irmão, com muito amor.Compreender sim, se relacionar com ele sim, mas jamais deixar de buscar qual a verdade bíblica. Qual a melhor forma de batismo? Somos predestinados e livres,? Ou somente livres? Ou somente predestinados? se os dons cessaram ou não. Qualquer opinião a respeito desses tópicos não irá gerar perda de salvação. Mas com certeza, que estiver de acordo com a Bíblia nesses tópicos, irá agradar a Deus muito mais do que outros que não estão. Por isso esforce-se na verdade, e busque agradar a Deus na verdade. Porque Glorificar a Deus e se comprazer nele para sempre(Catecismo de Westminster) é o propósito da vida de qualquer ser humano, quer seja eu, quer seja você.

2 comentários:

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

Bom reflexão! Você já leu o livro de Nancy Pearcey "Verdade Absoluta"? É muito bom!
Ela coloca no livro como o evangelicalismo dividiu a verdade em dois pavimentos: pavimento de baixo(ciência) e pavimento de cima (valores), causando um enorme prejuízo a uma cosmovisão cristã.

Victor Leonardo Barbosa disse...

ainda não li esse livro Gutierres, mas quero lê-lo em breve, para falar a verdade, log quando vi esse livro, tive certa cautela pensando que se trata-se de algum "livro-moda" do momento. Mas pelo que vi sobre ele, parece ser muito bom.