quarta-feira, maio 16, 2007

Provas científicas na Bíblia



ALUSÕES CIENTÍFICAS NA ESCRITURA
Dr. Henry M. Morris [1]

A Bíblia está repleta com referências ao universo e processos naturais, e assim, freqüentemente ensina sobre várias ciências. Aqueles que dizem que a Bíblia não é um livro de ciência não a tem lido cuidadosamente. Os escritores, é claro, não intentaram formular estas declarações na terminologia de um químico moderno ou de um tratado biólogo moderno. Eles usaram a linguagem comum, compreensível a todos os leitores, descrevendo os fenômenos em termos simples. Todavia, eles sempre são surpreendentemente exatos, mesmo quando testados pelas mais rigorosas exigências científicas. Os tão chamados “erros” científicos da Bíblia não são erros de nenhuma maneira, nem eles precisam ser alegorizados ou interpretados como acomodação cultural ou por conveniências [culturais]. Temos visto anteriormente os alegados erros, porém, deixe-nos apontar algumas [notas] dos discernimentos científicos na Escritura. Certamente tomaria um livro inteiro para examiná-las em detalhes, assim, será listado cada uma com uma frase chave e com as referências bíblicas pertinentes [2]. Certamente, então, a lista é apenas uma amostra das muitas passagens que podem ser citadas.
-Ciência
-Fenômeno ou Processo
-Escritura
-Hidrologia

Ciclo Hidrológico
Todos os rios vão para o mar, e contudo o mar não se enche; ao lugar para onde os rios vão, para ali tornam eles a correr.(Ecl. 1. 7); Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come(Isa. 55. 10); Faz subir os vapores das extremidades da terra; faz os relâmpagos para a chuva; tira os ventos dos seus tesouros. (Sal 135. 7)
Evaporação
Fazendo ele soar a sua voz, logo há rumor de águas no céu, e faz subir os vapores da extremidade da terra; faz os relâmpagos para a chuva, e dos seus tesouros faz sair o vento.(Jer. 10. 13)
Condensação Nucléica
Ainda ele não tinha feito a terra, nem os campos, nem o princípio do pó do mundo.(Prov. 8.26)
Condensação
Prende as águas nas suas nuvens, todavia a nuvem não se rasga debaixo delas.(Jó 26. 8); Também de umidade carrega as grossas nuvens, e esparge as nuvens com a sua luz.(Jó 37. 11); Tens tu notícia do equilíbrio das grossas nuvens e das maravilhas daquele que é perfeito nos conhecimentos?(Jó 37. 16)
Precipitação
Porque faz miúdas as gotas das águas que, do seu vapor, derramam a chuva, A qual as nuvens destilam e gotejam sobre o homem abundantemente. (Jó 36. 27, 28)
Escoamento
Dos rochedos faz sair rios, e o seu olho vê tudo o que há de precioso.(Jó 28.10)
Depósito Oceânico
Ele ajunta as águas do mar como num montão; põe os abismos em depósitos.(Sal 33.7)
Neve
Ou entraste tu até aos tesouros da neve, e viste os tesouros da saraiva... (Jó 38.22); O que dá a neve como lã; esparge a geada como cinza.(Sal 147.16)
Equilíbrio Hidrológico
Porque ele vê as extremidades da terra; e vê tudo o que há debaixo dos céus. Quando deu peso ao vento, e tomou a medida das águas; Quando prescreveu leis para a chuva e caminho para o relâmpago dos trovões; (Jó 28. 24-26); Quem mediu na concha da sua mão as águas, e tomou a medida dos céus aos palmos, e recolheu numa medida o pó da terra e pesou os montes com peso e os outeiros em balanças? (Is 40.12)
Geologia
Princípio da Isostasia
Quem mediu na concha da sua mão as águas, e tomou a medida dos céus aos palmos, e recolheu numa medida o pó da terra e pesou os montes com peso e os outeiros em balanças? (Is 40.12); Lançou os fundamentos da terra; ela não vacilará em tempo algum. Tu a cobriste com o abismo, como com um vestido; as águas estavam sobre os montes. À tua repreensão fugiram; à voz do teu trovão se apressaram. Subiram aos montes, desceram aos vales, até ao lugar que para elas fundaste. Termo lhes puseste, que não ultrapassarão, para que não tornem mais a cobrir a terra. (Sal 104. 5-9)
Forma da Terra
Pois assim como o céu está elevado acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem. Assim como está longe o oriente do ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões. (Sal 103. 11, 12); Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar (Is 40. 22)
Rotação da Terra
Ou desde os teus dias deste ordem à madrugada, ou mostraste à alva o seu lugar; Para que pegasse nas extremidades da terra, e os ímpios fossem sacudidos dela; E se transformasse como o barro sob o selo, e se pusessem como vestidos;(Jó 38. 12-14)
Gravitação
Onde estavas tu, quando eu fundava a terra? Faze-mo saber, se tens inteligência. Quem lhe pôs as medidas, se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel? Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem assentou a sua pedra de esquina(Jó 38. 4-6 ); O norte estende sobre o vazio; e suspende a terra sobre o nada.(Jó 26.7)
Erosão Rochosa
E, na verdade, caindo a montanha, desfaz-se; e a rocha se remove do seu lugar. As águas gastam as pedras, as cheias afogam o pó da terra; e tu fazes perecer a esperança do homem;(Jó 14. 18, 19)
Período Glacial
De que ventre procedeu o gelo? E quem gerou a geada do céu? Como debaixo de pedra as águas se endurecem, e a superfície do abismo se congela.(Jó 38. 29, 30) [3]
Uniformitarismo
E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. (II Ped 3. 4)
Astronomia
Tamanho do Universo
Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. (Is 55.9); Assim disse o SENHOR: Se puderem ser medidos os céus lá em cima, e sondados os fundamentos da terra cá em baixo, também eu rejeitarei toda a descendência de Israel, por tudo quanto fizeram, diz o SENHOR. (Jer. 31. 37); Porventura Deus não está na altura dos céus? Olha para a altura das estrelas; quão elevadas estão. (Jó 22. 12)
Números de Estrelas
Como não se pode contar o exército dos céus, nem medir-se a areia do mar, assim multiplicarei a descendência de Davi, meu servo, e os levitas que ministram diante de mim.(Jer. 33. 22); Que deveras te abençoarei, e grandissimamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus, e como a areia que está na praia do mar; e a tua descendência possuirá a porta dos seus inimigos; (Gn 22. 17); Então o levou fora, e disse: Olha agora para os céus, e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua descendência. (Gn 15. 5)

Variedade de Estrelas
E há corpos celestes e corpos terrestres, mas uma é a glória dos celestes e outra a dos terrestres. Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela. (I Cor. 15. 40, 41)
Precisão das Órbitas
Assim diz o SENHOR, que dá o sol para luz do dia, e as ordenanças da lua e das estrelas para luz da noite, que agita o mar, bramando as suas ondas; o SENHOR dos Exércitos é o seu nome. Se falharem estas ordenanças de diante de mim, diz o SENHOR, deixará também a descendência de Israel de ser uma nação diante de mim para sempre. (Jer. 31. 35, 36)
Meteorologia
Circulação da Atmosfera
O vento vai para o sul, e faz o seu giro para o norte; continuamente vai girando o vento, e volta fazendo os seus circuitos.(Ecl. 1. 6)
Efeito Protetor da Atmosfera
Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar (Is 40. 22)
Origem Oceânica da Chuva
Todos os rios vão para o mar, e contudo o mar não se enche; ao lugar para onde os rios vão, para ali tornam eles a correr. (Ecl. 1. 7)
Relação da Eletricidade (raios) com a Chuva
Fazendo ele soar a sua voz, logo há rumor de águas no céu, e faz subir os vapores da extremidade da terra; faz os relâmpagos para a chuva, e dos seus tesouros faz sair o vento. (Jer. 10. 13)
Medicina
Circulação Sanguínea
Porque a vida da carne está no sangue(Lev. 17. 11)
Psicoterapia
As palavras suaves são favos de mel, doces para a alma, e saúde para os ossos.(Prov. 16. 24); O coração alegre é como o bom remédio, mas o espírito abatido seca até os ossos.(Prov. 17. 22)
Biologia
Biogêneses e Estabilidade
E disse Deus: Produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente está nela sobre a terra; e assim foi. E Deus criou as grandes baleias, e todo o réptil de alma vivente que as águas abundantemente produziram conforme as suas espécies; e toda a ave de asas conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom. E fez Deus as feras da terra conforme a sua espécie, e o gado conforme a sua espécie, e todo o réptil da terra conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom. (Gen. 1. 11, 21, 25)
Singularidade do Homem (ser humano)
E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. (Gen 1. 26)
Natureza Química do Corpo
E disse Deus: Produza a terra alma vivente conforme a sua espécie; gado, e répteis e feras da terra conforme a sua espécie; e assim foi. E fez Deus as feras da terra conforme a sua espécie, e o gado conforme a sua espécie, e todo o réptil da terra conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom. E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E disse Deus: Produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente está nela sobre a terra; e assim foi.(Gen. 1. 11, 24-27); No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás. (Gen 3. 19); Porque Toda a carne é como a erva, E toda a glória do homem como a flor da erva. Secou-se a erva, e caiu a sua flor; Mas a palavra do SENHOR permanece para sempre. E esta é a palavra que entre vós foi evangelizada. (I Ped. 1. 24, 25)
Física
Massa-Energia Equivalentes
O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas(Heb. 1. 3); E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele.(Col. 1. 17)
Fonte da Energia da Terra
A sua[do sol] saída é desde uma extremidade dos céus, e o seu curso até à outra extremidade, e nada se esconde ao seu calor. (Sal. 19. 6); E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos. E sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra; e assim foi. E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas. E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra, E para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas; e viu Deus que era bom. (Gn. 1. 14-18)
Desintegração Atômica
Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. (II Ped. 3. 10)
Ondas de Rádio
Ou mandarás aos raios para que saiam, e te digam: Eis-nos aqui? (Jó 38. 35)
Traduzido e adaptado por Gaspar de Souza do livro “Many Infallible Proofs – Evidences for the Christian Faith”, Master Books, el Cajon, Califórnia, 1990, pp. 241-243.“Seca-se a erva, e cai a flor, porém a palavra de nosso Deus subsiste eternamente” (Isaías. 40. 8)“A Lei do Senhor é Perfeita” (Salmos 19. 7)
[1] O Dr. Henry M. Morris é autor de diversos livros que ensinam a verdade e autoridade da Palavra de Deus. É presidente do Institute for Creation Research um instituto formado por cientistas criacionistas. Entre os livros por ele escrito podemos citar a magnífica obra The Gênesis Flood escrito em co-autoria com John Whitcomb; o outro livro, em português, é O Enigma das Origens - A Resposta publicado pela Associação Brasileira de Pesquisa da Criação. Este último é uma exposição do Criacionismo Científico cuja leitura recomendo.
[2] Embora o texto original não possua as citações por extenso na nossa tradução disporemos as citações bíblicas por extenso para fim de leitura. Todas as referências bíblicas são única e exclusivamente da Almeida Corrigida e Fiel (ARC)
[3] O autor não defende a teoria dias-eras ou intervalo em Gn 1.1, mas o princípio bíblico-literal de dias de 24 horas em Gênesis. Diz ele: “sempre que o escritor bíblico realmente pretendia a idéia de um período de tempo bastante prolongado, ele normalmente usou uma outra palavra, como olam (que significa ‘era’ ou ‘longo período’ ) ou então faria yom [N.E – dia em hebraico] ser seguido de um adjetivo com rab (que significa ‘longo’), de forma que as duas palavras juntas, yom rab, então significaria ‘um longo período’. Contudo, não se pode provar a existência de um único caso em que yom tenha, por si mesmo, o significado de longo período de tempo e certamente nenhuma de sua aplicações sugere um era geológica.” Embora Dr. Morris admita que haja possibilidade de yom significar um longo período diz ele ainda: “não obstante, o escritor de primeiro capítulo de Gênesis guardou-se cuidadosamente contra essa noção, tanto ao modificar o substantivo com um adjetivo ordinal (‘primeiro dia’, ‘segundo dia’, etc) com ao indicar os limites do período de tempo em cada caso: ‘tarde e manhã’. Mesmo um destes artifícios seria suficiente para limitar o significado de yom ao de um dia solar, e quando ambos os artifícios são usados, não poderia haver maneira melhor ou mais segura para que o escritor expressasse o significado pretendido de um dia solar literal [itálico meu nesse ponto]” (MORRIS. Henry M. O Enigma das Origens – A Resposta, editora Origens – Associação Brasileira de Pesquisa da Criação, Belo Horizonte – MG, 1974, p. 223
Traduzido por Gaspar de Souza, Recife, 2004.enarke at-signal yahoo.com
Esse artigo foi extraído do site solascriptura-tt.org, fotos:jesussite.com.br

Um comentário:

eginoaldo disse...

parabens pelo blog, tem assuntos ótimos