sábado, junho 09, 2007

A Bíblia e a Massinha de Modelar.


"É impressionante como vejo hoje essas pessoas, que pensam que a Bíblia é como uma massinha de modelar,onde podem molda-la livremente e ao seu bem-querer"(Carlos Eduardo, "Fundador" da GQL, quando fazia um comentário a respeito de certos mestres na Denominação IEAD).

Essa frase não foi dita exatamente dessa forma, pois tendo sido falada, tive que dar um certo "retoque" para passar para a forma escrita, porém o significado e a maioria das palavras foram as mesmas ditas por meu amigo Carlos Eduardo, e o significado também não torci. O que me chama a atenção nela é que ela reflete uma dura realidade que atualmente está bastante em voga na igreja cristã, e não menos também na minha denominação, a Assembléia de Deus.

Hoje a igreja evangélica está lotada de mestres que falam o povo quer ouvir, em vez de anunciarem todo o conselho de Deus. São superastros que pregam um evangelho antopocêntrico e buscam a glória para si. São rebeldes e impíos, e na sua ida para o inferno, acabam levando muitos que antes eram do povo de Deus, fazendo parte do Seu rebanho. A Bíblia condena fortemente os falsos mestres. E uma das acusações mais graves que ela faz é afirmar que eles moldavam a Palavra de Deus ao seu bem-querer e assim traziam sobre si a condenação de Deus(Ap 22). Porém, esses falsos profetas, na maioria das vezes, não acrescentam algo na Bíblia, mas sim na reflexão teológica acerca dela, como faziam os judaizantes, que apesar de não adicionarem ou subtraírem um texto das Escrituras, adicionavam algo a mais na mensagem do Evangelho.

Nas palavras do pastor Paulo Anglada: "Eles pregavam um Evangelho clonado", ou seja, o Evangelho da graça mediante a fé era pregado, mas também acrescentavam a ele que a salvação também dependia das boas obras. os falsos mestres nesses últimos dias têm se proliferado grandemente, cuasando um grande prejuízo no povo de Deus, e se nós, como líderes, não batalharmos pela fé que uma vez foi dada aos santos(Epístola de Judas), com certeza estaremos falhando em nosso ministério.

Nessas horas, o lembrete que Paulo fez a igreja merece ser lembrado de forma redobrada:"Portanto, no dia de hoje, vos protesto que estou limpo do sangue de todos; porque nunca deixei de vos anunciar todo o conselho de Deus. Olhai, pois, por vós e por todo o rebanho sobre que o Espirito Santo vos constituiu bispos, para apacentares a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue. Porque eu sei isto: que depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não perdoarão o rebanho. E que, dentro de vós mesmos, s elevantarão homens que falarão coisas pervesas, para atraírem os discipulos após si"(Atos 20:26-30). vejamos os falsos profetas, segundo o apóstolo Judas:"estes, porém, dizem mal do que não sabem; e, naquilo que naturalmente conhecem, como animais irracionais, se corrompem. Ai deles! Porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Corá."(versículos 10-11). Os falsos mestres não conhecem realmente a Deus.

Se quisermos verdadeiramente refletir a glória de Deus nesse mundo, que nos guardemos dos falsos profetas, e se possível, lutemos contra os tais para guardar o rebanho de Cristo.E apesar dos cães terem uma forte influência no rebanho( na maioria das vezes sendo demoníaca), eles pecam porque distorcem o Evangelho da Salvação. O rebanho de Cristo tem grandes chances de permanecer no caminho que leva aos céus, é com eles que devemos nos preocupar em primeiro lugar, até porque os líderes heréticos na maioria seguem o seu caminho, o caminho que propõem em seu coração: O inferno.

Que Deus nos guarde das falsas doutrinas!!!

Soli Deo glória

2 comentários:

André Silva disse...

A paz do Senhor, meu querido irmão!
Fico grato em ter lido meu texto.
enquanto massa de modelar, somos produtos dessa arquitetura.
Quem hoje pegra a Bíblia pela Bíblia? Geralmente a utilizamos ao nosso bel prazer, para defender nossas idéias, geralmente, falei.
Penso que nós, poucos irmãos podemos contribuir como formador de opinião, embora somos pingos nesse oceano, mas não desistamos.
Que o Senhor Jesus continue o abençoando.
André Silva - Pernambuco

Victor Leonardo Barbosa disse...

Olá irmão, como está?, agradeço a sua participação no meu blog.
Bom, pelo que entendi você disse sobre sermos produtos desse oceano, então logicamente, pregamos a nós mesmo e não a Bíblia.
Todavia,, a questão não é de consiguimos entender a Bíblia com o apoio de homens de Deus treinados. Onde SUAS IDÉIAS ESTÃO DE ACORDO COM A PALAVRA DE DEUS, ou seja, concordamos com eles , não porque são grandes pensadores, formadores de opinião. creio que pensar assim é pensar de forma humanista secular, e não Bíblica.
A Bíblia, com o apoio do Espirito Santo, é simples e clara para nós, se nos dispusermos a entendê-la com o coração humilde e simples. Porém muitos hojem estão com os ouvidos surdos para a verdade e preferem viver num relativismo.
Se pregarmos a Bíbçlia com base em nossos conceitos. Pregaremos a nós mesmos. Se pregarmos com idéias de acordo com os pensmentos de Deus, ou seja, de acordo com sua Palavra, pregaremos a Cristo.
Como isso é possível?
lembremos do Espiríto Santo, o nosso consolador, Aquele que nos guiaria em toda a verdade(lógico que, pela Bíblia e através do usso dde nossas mentes, Iluminano-a cada vez mais.
Obrigado mais uma vez por postar no blog.
Paz do Senhor!!!